Homem que matou jovem que lhe deu carona tem ‘surpresinha’ na prisão

Jonathan Pereira do Padro, 33 anos, é o responsável por ceifar a vida da jovem Kelly Cristina Cadamuro de 22 anos.

A moça lhe deu uma carona que foi combinada pelo aplicativo do WhatsApp, mas a intenção de Jonathan sempre foi matá-la.

O corpo da jovem foi encontrado em um córrego sem a calça.

De acordo com o assassino, ele não teria abusado sexualmente dela, a calça teria saído enquanto ele arrastava a jovem.

Surpresa na prisão

Mal esperava Jonathan que o caso revoltaria até mesmo outros presidiários.

Quando chegou ao centro prisional de Frutal, o rapaz foi agredido por outros presos.

O réu deu entrada à enfermaria da unidade apresentando cortes no supercílio e diversos hematomas.

Após o ocorrido, ele foi transferido para uma cela isolada.

Polícia escuta namorado

Neste sábado, 4, a polícia também ouviu o namorado da vítima que ainda está muito abalado.

Marcos Antônio da Silva divulgou sua última conversa com a namorada:

conversa de namorado

A polícia ainda continua com as investigações e precisará de Jonathan para reconstituir todo o crime.