Você se lembra do atirador de Goiânia? Inacreditável qual foi o destino dele!

Em Outubro uma das tragédias mais tristes do ano pegou muitos brasileiros de surpresa.

Um jovem de apenas 14 anos matou 2 colegas de classe em um colégio de Goiânia.

Relembre o caso

O jovem atirador pegou a arma escondido de seus pais que são policiais militares, e levou para sua sala de aula.

Em certo momento, ele sacou a arma da mochila e começou a efetuar vários disparos.

Dois colegas morreram em consequência dos atos, e 4 ficaram feridos, sendo que uma vítima acabou saindo paraplégica.

O adolescente que efetuou os disparos, admitiu ter feito por vingança.

De acordo com o atirador, um dos meninos que matou, fazia bullying com ele.

Muitos alunos revelaram que o jovem era chamado de fedido e realmente tinha um odor estranho.

Após investigações policiais, descobriu-se conversas em que o atirador também fazia apologia ao nazismo.

Seu destino

Por se tratar de um menor, a justiça brasileira ainda tem muitas brechas.

Após destruir e ferir diversas famílias, o jovem foi condenado pela justiça a permanecer apenas três anos internado.

Para adolescentes infratores, essa é a pena máxima prevista por lei em nosso país.

A advogada do atirador, afirmou que não irão recorrer a essa decisão, dada a gravidade dos acontecimentos.

Ela ainda teme pela segurança do jovem, pela repercussão do caso e o detalhe dos pais serem policiais.

E você, o que achou da sentença?!